Sáb, 21 de Julho de 2018
Banner
NewsLetter

    confira-videos

      icon-twitter icon-facebook icon-Gmais 

Células estaminais nasais combatem surdez na infância

hits: 1998
por Kendra Chihaya
Qua, 09 de Março de 2011 05:38
PDF Imprimir E-mail

Cientistas australianos injectaram células estaminais nasais no ouvido interno de ratos e conseguiram reverter a perda de audição que se verificava.

13_0028

Ao injetarem células estaminais da mucosa nasal no ouvido interno de ratinhos cientistas australianos conseguiram revertr a audição durante o início da perda auditiva neurossensorial, revela estudo publicado na revista "Stem Cells".

A perda auditiva neurossensorial é causada pela perda de células sensoriais ou de neurónios na cóclea, o órgão sensorial do ouvido interno responsável pela audição. A condição pode ter causas genéticas, e muitas vezes surgem durante a infância, dificultando o desenvolvimento cognitivo e levando a problemas de fala e linguagem.

"Um dos desafios para enfrentar esta condição é que a capacidade regenerativa da cóclea humana é muito limitada", disse o autor do estudo, Sharon Oleskevich, da Universidade de New South Wales. "Tem sido proposto que o transplante de células de outras partes do corpo poderia tratar, impedir ou mesmo reverter a perda de audição. As células transplantadas têm o potencial de reparação tecidual através da substituição das células danificadas e aumentar a sobrevivência das células existentes, evitando que a condição se desenvolva ainda mais".

Para avaliar os efeitos deste tratamento, os investigadores aplicaram a técnica em ratinhos escolhidos para o tratamento por terem sido manipulados de modo a apresentarem um declínio semelhante na função auditiva após a infância. Tal como nos estudos em humanos, os cientistas também analisaram o grupo de roedores que apenas recebeu placebo.

Verificaram que os ratinhos injectados com células estaminais apresentaram melhoras na capacidade auditiva em comparação com os que receberam placebo, contudo, a audição não foi totalmente restaurada para os níveis de audição normal. De acordo com o estudo, as células estaminais parecem libertar factores, ou substâncias químicas, que ajudam a preservar a função das células auditivas.


Fonte: Estudo publicado na revista “Stem Cells”

image
image

Leia Mais: 

Pesquisa britânica indica que células-tronco podem curar a surdez

A perda auditiva generalizada entre os idosos

Descoberto gene que causa um tipo de surdez

Excesso de Aspirina pode causar surdez


image