Sáb, 21 de Julho de 2018
Banner
NewsLetter

    confira-videos

      icon-twitter icon-facebook icon-Gmais 

Regulamentação na venda de aparelhos auditivos

hits: 1869
por Kendra Chihaya
Sáb, 05 de Fevereiro de 2011 13:38
PDF Imprimir E-mail

 

Desde 2006 que se luta pela regulamentação da prática de adaptação de aparelhos auditivos. No dia 20 de Novembro de 2010 foi finalmente foi aceita uma norma que regula os serviços prestados - EN 15927.

Este trabalho realizado a pedido da França, tinha como objetivo definir uma base igual em todos os países da União Europeia, no que respeita à adaptação de aparelhos auditivos. Nesta perspectiva, clientes, entidades públicas, associações profissionais e seguros juntaram-se para trabalhar na definição desta nova norma.

Esta norma que deverá ganhar vida em 2011 terá como tema "os serviços prestados pelos aparelhos auditivos na melhoria da vida dos seus pacientes", e trará uma  lista das condições necessárias à prestação de um serviço com a qualidade necessária à satisfação e os requisitos do cliente.

A norma EN 15927, também especifica o processo para a prescrição de aparelhos auditivos, desde o primeiro contato até às fases de adaptação, ajustes e observação posteriores. Definirá também qual será a formação necessária do profissional, as instalações, os equipamentos e código de conduta que este profissional deverá seguir. Ou seja, um sistema de qualidade que garanta a satisfação do paciente, que é um requisito fundamental.
Os quatro pilares da norma são: Educação,  Ambiente, Equipamentos e Ética.
O que significa:
  • formação necessária para a prática do serviço
  • detalhes sobre as condições mínimas necessárias para a prática do serviço (recepção, consulta, audiometria, adaptação e ajustes e centro de reparações)
  • requisitos relativos aos equipamentos, isto é, equipamento audiométrico de acordo com os padrões definidos pela União Européia, bem como de aparelhos auditivos.
  • recomendações relativas à ética do profissional audiologista.

 

image

image